Estudos

Estudo - FOTO

Currículo Integrador da Infância Paulistana

A Secretaria Municipal de Educação apresenta o estudo “Currículo Integrador da Infância Paulistana”, realizado em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e fruto de diversas experiências de integração das infâncias presentes nas Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino de São Paulo. 
Os relatos provocam a ressignificação do lugar da vida das crianças nos diferentes espaços educativos, considerando a beleza, a criatividade, a vivacidade e a curiosidade próprias dos bebês, crianças e adolescentes, que assumem a centralidade dos processos educativos. 
O documento “Currículo Integrador da Infância Paulistana” inicia o diálogo sobre concepções e princípios com uma reflexão: “O que nos une?” : “Bebês e crianças (0-12 anos) constituem o eixo que une, congrega e justifica a construção e a consolidação de um currículo integrador que supere modelos curriculares fragmentados e descontínuos e considere bebês e crianças e jovens na sua integralidade (e não como pessoas a quem falta algo).”
Assim, a escuta, participação e autoria são incentivados desde o berçário e vão assumindo outras dimensões ao longo da Educação Infantil e Ensino Fundamental, como por exemplo a participação das crianças e jovens no Grêmio. 
Os relatos também convidam a outras reflexões: “Bebês, crianças ou alunos? Quais os desafios de entender a criança ao longo da Educação Infantil e do Ensino Fundamental? Superando as formas como se têm tratado as crianças de acordo com etapas de desenvolvimento (a criança é uma até os três anos, torna-se outra dos 3 aos 6 anos e outra, ainda, dos 6 aos 12 anos), o Currículo Integrador defende que as potencialidades dos bebês e das crianças se ampliam à medida que vivem experiências que sejam organizadas e apoiadas por educadoras e educadores e ao mesmo tempo sejam desafiadoras das ações das possibilidades das crianças.” 
As concepções e princípios que subsidiam as reflexões sobre as diversas infâncias e seus direitos, evidenciados no Currículo Integrador da Infância Paulistana e presentes nesse vídeo, assentam-se na promoção da autoria, do protagonismo, da construção de conhecimento por bebês, crianças, educadores e familiares, do acesso ao conhecimento produzido pela humanidade, do reconhecimento das diversidades, da valorização das diferenças e do compromisso com a igualdade. 


No intuito de promover reflexões sobre as práticas pedagógicas com vistas a um processo de transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental que articule os trabalhos desenvolvidos, a Secretaria Municipal de Educação convida para a apreciação desses momentos que trazem a importância da integralidade e dos distintos percursos integradores entre e nas etapas da Educação Básica.